Pensamento ESPM

Economia, consumo e inteligência de mercado

O fenômeno da 2ª Revolução Industrial e Tecnológica, ocorrido no último quarto do século XIX marcou uma nova era do desenvolvimento capitalista no mundo, dando início ao ciclo do motor à combustão. Constituiu-se, de fato, um novo padrão de produção e de consumo, com base em modernos sistemas de produção e de comercialização, onde o elemento-símbolo desta transformação irreversível foi o automóvel, bem como a utilização de uma série de produtos propiciada pela eletricidade e pelos avanços na indústria de bens de consumo duráveis, com elevadas escalas de produção e de consumo.

Na contemporaneidade, experiências e práticas inovadoras trazem importantes elementos para a formulação de uma nova abordagem, mais ampla, de caráter estruturante, que projete ênfase em novas formas de produção e consumo.

Nesse contexto, faz-se necessário ampliar a pesquisa e o conhecimento dos mercados.Equipes de pesquisa definem o que é relevante para a empresa e captam a informação, enquanto equipes de inteligência analisam os dados e os relacionam com o negócio. A inteligência de mercado é decorrente da necessidade das empresas de conhecer cada vez os mercados e seus diferentes tipos de clientes.

Programas Relacionados